CURIOSIDADES
Voltar
Otite em cães

Por Camila Carnicelli - Médica veterinária Quais os principais sintomas e como tratar? A otite é uma doença que acomete o canal auditivo dos animais. Pode ser provocada por fungos, parasitas e bactérias. É um problema comum que pode ter diversas causas associadas, o que dificulta o tratamento. Os principais sintomas são: coceira nos ouvidos, agitação da cabeça, dor ao redor das orelhas, e a presença de secreção com mau cheiro nos ouvidos. Às vezes, quando a infecção ocorre de forma unilateral, ou seja, em apenas um dos ouvidos, o animal pode manter a cabeça inclinada para o lado inflamado. Umidade no local e pêlos nas orelhas podem predispor às otites. Raças com orelhas pendulares como o Cocker Spaniel, Golden retriver, Setter Irlandês, Weimaraner e etc, são mais propensas a ter a infecção, pois a orelha comprida favorece o aumento da umidade no local, criando um ambiente adequado à proliferação de fungos. Por isso, deve-se ter um cuidado maior na higiene dos ouvidos destas raças. O tratamento é tópico e utilizam-se pomadas terapêuticas e loções de limpeza. As otites externas são as mais comuns, porém quando não tratadas, podem evoluir para uma otite média e até interna, causando alterações e sintomas mais severos. Dicas para evitar as otites: • Cuide da limpeza do canal auditivo do seu cão, limpe-o regularmente; • Durante o banho tome muito cuidado para evitar a entrada de água nos ouvidos; • Animais que praticam natação devem ter as orelhas lavadas e bem secas após a prática; • Só remova os pêlos se for necessário, caso o animal já tenha algum histórico de otite. Não é recomendável arrancar os pêlos como cuidado dos ouvidos, pois a irritação que este procedimento provoca, pode predispor a otite externa.